Manuais escolares: Saiba como poupar a carteira!

É já para a próxima semana que os alunos dão o pontapé de saída para mais um ano letivo. O regresso das aulas é sinal de investimento e o peso dos manuais escolares no orçamento familiar é sempre uma preocupação para os pais. No entanto, é possível dar a volta com a iniciativa dos empréstimos ou, então, com a alternativa de reutilização. São esta soluções que lhe apresentamos de forma mais detalhada no texto abaixo.


É possível deixar de lado a encomenda de livros novos em folha e recebê-los no mesmo estado de forma totalmente gratuita. O projeto foca-se nos alunos do 1º e do 2º ciclo do ensino básico e abrange apenas escolas públicas. Os pais podem levantar os livros de duas formas: por distribuição direta aos encarregados de educação na própria escola, ou seja, basta deslocar-se até à escola ou por distribuição, mediante voucher, numa livraria indicada pela escola. Para tal é necessária uma inscrição prévia no website www.manuaisescolares.pt. A intenção desta iniciativa passa por promover a reutilização e, consequentemente, é obrigatório a entrega dos manuais escolares no final do ano letivo.


Dar uma nova vida aos livros


A aposta na troca e aquisição de livros em segunda mão é cada vez maior e existem diversas formas de adquirir o material necessário para levar para a escola sem gastar um balúrdio. Conheça abaixo as várias soluções que permitem às famílias poupar bastante no orçamento através da reutilização de materiais. Em vez de comprar os livros novos, pode sempre trocar, vender ou comprar os livros usados que se encontram acessíveis por todo o país. Neste momento, há cinco opções que facilmente se encontram pela internet e que lhe apresentamos de seguida.


O site Reutilizar é excelente forma de conhecer a rede de bancos de recolha e partilha de manuais escolares em todo o país a custo zero. Portanto, quem tem em casa livros que já não usa e pretende, em jeito solidário, doar a outra família, só tem que ir ter com o banco mais próximo. Também no mesmo local de recolha, é possível receber os bens materiais, no entanto precisa de verificar a disponibilidade dos mesmos.


“Sítio da Troca” é outra plataforma online que ajuda na poupança orçamental nesta época do ano, porém não acontece nas mesmas condições que a anterior. O que muda, essencialmente, é o facto de a transição ser paga pelos consumidores. Lá pode-se encontrar livros escolares usados para vender e para comprar de forma exclusiva com o pagamento feito através dos CTT.


Escolha ampla e abrangente


Mais abrangente e com maior liberdade de escolha, o site Manuais Usados deixa comprar, vender ou, simplesmente fazer a troca de livros escolares, universitários e, inclusive, livros de literatura. Qualquer pessoa pode aceder ao portal, selecionar o livro que pretende por ano ou por tipo, sendo necessário fazer o registo.


Book in Loop apresenta-se como possibilidade distinta das que já foram referidas. Basicamente, trata-se de uma plataforma que faz a ‘ponte’ entre os materiais escolares do 5º ao 12º ano e os consumidores, estando a seu cargo a compra e, posteriormente, a comercialização. Os livros são vendidos por 40% do preço de venda ao público. A pessoa que vendeu recebe 20% e os restantes 20% ficam para a Book in Loop.


O mercado em segunda mão está realmente a ganhar dimensão nos últimos tempos. Os portugueses estão dispostos a mudar os hábitos para poupar o máximo que puderem e deixarem assim a carteira mais sossegada. Os bancos de trocas são o segredo não só para minimizar os custos, mas também para incutir nos mais pequenos a importância da renovação dos bens e do meio ambiente.

VENHA CONHECER SOUTELO!

Santuário do Alívio

Fonte S.Miguel

Praia do Mirante

Cruzeiro dos Evangelistas